Ouça "Episódio 52 - Notícias da Amazônia ao vivo com Lívia Almeida" no Spreaker.

Cidades do Amazonas apresentam inconscitências nos registros do Bolsa Familia

O Amazonas tem cinco cidades na lista de 20 municípios com os maiores percentuais de inconsistência nos registros de famílias do Programa Bolsa Família. As inconsistências de dados de beneficiários indicam suspeita de fraudes ou erros.cartao-bolsa-familia São Gabriel da Cachoeira, Santa Isabel do Rio Negro e São Paulo de Olivença têm mais de 14 mil registros com indícios de irregularidades. Há outros 18 mil cadastros de pessoas com suspeita de irregularidades em Manicoré e Ipixuna. O Tribunal de Contas da União (TCU) fez auditoria com cruzamento de dados dos beneficiários.

O TCU realizou auditoria nos dados do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), sistema que identifica e caracteriza socioeconomicamente as famílias brasileiras de baixa renda para a seleção de beneficiários de programas sociais, como Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica e Bolsa Família.

O tribunal comparou dados da Receita Federal com registros do CadÚnico, o que permitiu a identificação de famílias com renda per capita superior ao limite do Programa Bolsa Família (PBF).

De acordo com a legislação, são elegíveis para participar do PBF famílias com renda mensal per capita até R$ 77 ou com renda mensal per capita entre R$ 77,01 e R$ 154,00, que possuam pelo menos um membro entre zero e 17 anos.

São Paulo de Olivença aparece na 20º locação com 3.425 registros com indícios de irregularidades ou fraudes.

Informações do site do Tribunal de Contas da União- TCU

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: