Lagartas Mandarová afetam cerca de 225 propriedades em Barcelos (AM)

Lagartas da espécie Mandarová afetaram cerca de 225 propriedades hectares de plantações do Município de Barcelos no Amazonas. A praga se espalhou em plantações de mandioca, além de hortas dos agricultores familiares da região do Alto Rio Negro.

7115361713_1d5d142285_h
Os nematoides são inimigos ocultos nas plantações Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP / Flickr / CC

Seca e queimadas podem ser responsáveis pelodesiquilíbrio ecológico que acabou surtindo efeito para o avanço das pragas, informa a gerente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal sustentável do Amazonas (Idam) em Barcelos, Gilsiane Plácido.

Ela conta que as instituições do Idam de Santa Isabel do Rio Negro, de Barcelos e de São Gabriel da Cachoeira se reuniram para combater a lagarta.

Mesmo com o surgimento da praga, o Idam aponta que a produção de derivados da mandioca como a farinha, goma e o tucupi  não devem ser afetados. O que deve ocorrer é o estado de desenvolvimento das plantas atingidas.

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: