AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Polícia Militar monta esquema de segurança especial para manifestação do dia 15

A Polícia Militar do Amapá (PM-AP) preparou um esquema especial de segurança para a manifestação do próximo domingo, 15, que ocorrem em todo o País. O plano, que é semelhante ao do carnaval, objetiva a segurança da população e dos patrimônios público e privado.

A PM vai começar a atuar a partir de 14h. Um efetivo de 480 policiais vai acompanhar o percurso do protesto. Além do policiamento a pé, também serão empregados os efetivos do Batalhão de Policiamento do Trânsito (BPTRAN) e do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), três viaturas de área e cinco viaturas extras para casos de emergência. A Tropa de Choque com 80 policiais ficará próximo a Praça da Bandeira (local da concentração do manifesto).

A preocupação da PM é com a infiltração de grupos que aproveitam a aglomeração para cometer vandalismo e outros crimes. Por esse motivo, revistas serão realizadas em pessoas suspeitas, principalmente em mochilas. "A revista se faz necessária porque nos protestos que ocorreram em [junho de] 2013, por exemplo, foram detectados materiais cortantes dentro de sacolas e mochilas", justificou o subcomandante da corporação, coronel Rodolfo Oliveira.

A polícia também usará a Central de Monitoramento. Câmeras de segurança vão cobrir toda a área da manifestação. "Também estamos com uma equipe de Comunicação que vai atuar no registro de imagens que vão auxiliar na identificação de vândalos e servirão como prova de crimes cometidos", explicou.

Uma reunião foi realizada pela polícia com a participação de lideranças do movimento. Os organizadores informaram o percurso a ser realizado e se comprometeram em ajudar a polícia na identificação de vândalos e badernistas que não fizerem parte do manifesto. A PM também orientou sobre o comportamento dos manifestantes durante o ato.

Prevenção
Mesmo com o policiamento intensivo, a PM comunicou empresários do centro comercial sobre a manifestação e o itinerário. Também orientou a colocação de tapumes ou cavaletes para proteger as fachadas das propriedades, principalmente as que ficam nas ruas onde os manifestantes vão passar.

Itinerário
Da Praça da Bandeira, os manifestantes seguem pela Avenida Fab em direção à Rua Leopoldo Machado, passando pela Avenida Presidente Vargas, rua Cândido Mendes e Avenida Padre Júlio. A dispersão ocorrerá na Praça Beira Rio, em frente à casa do artesão. O movimento, que ocorre em todo o país, foi articulado através de redes sociais e grupos de chat. O protesto é pelo impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: