Ouça "Episódio 52 - Notícias da Amazônia ao vivo com Lívia Almeida" no Spreaker.

Samba amapaense perde Illan do Laguinho

A cultura amapaense está de luto. Morre aos 54 anos José Illan Rosa da Silva, artista de múltiplas facetas – músico, cantor, compositor, referência do samba. Nosso companheiro foi membro fundador do Psol, era bacharel em Direito, conselheiro tutelar da zona norte e policial civil. Ele foi submetido a uma cirurgia para retirada de um rim e teve complicações pós-operatório, vindo a sofrer duas paradas cardíacas. Faleceu por volta das 19h30 deste domingo, 10, em Belém (PA).

Músico de todos os estilos, Illan era do samba, mas também do brega, do regional, do pagode. É dele a autoria da música “Negro de Nós”, que dá nome a banda, e uma das mais simbólicas e cantadas músicas do Amapá. Além disso, integrava a Banda Afro Brasil e era líder do Grupo Sambarte, que ajudou a criar em 1991, tendo diversas letras suas no repertório da banda.

Compôs músicas para praticamente todas as escolas de samba do Amapá, mas seu coração era mesmo vermelho e branco. Ficou conhecido e respeitado como Illan do Laguinho, por causa da sua Universidade de Samba Boêmios do Laguinho, a quem rendeu inúmeras canções. Sua última gravação em estúdio foi para dedicar mais uma vez seu amor à escola, para gravar um samba exaltação que desde 2014 entoa o ritmo da concentração da Boêmios na Ivaldo Veras. Também foi um dos fundadores da Escola de Samba Império da Zona Norte (antiga Escola de Samba Jardim Felicidade). Ele era catedrático da música, participou de festivais e shows nacionais e internacionais, e tem dezenas de músicas emprestadas na voz de grandes cantores da terra. Em 2009 foi o homenageado do grupo junino Estrela do Norte.

Por toda sua trajetória cidadã, na cultura e na carreira profissional inabalável, e em respeito à sua memória, está decretado luto oficial de três dias. Nós, da Prefeitura de Macapá, nos solidarizamos a toda a família e amigos. Companheiro vá em paz compor seus sambas nas rodas do céu!

Clécio Luís Vilhena
Prefeito de Macapá

Conheça a coleção da Baiuca do Chico Terra

Publicado por Chico Terra em Sábado, 11 de julho de 2020

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: