AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Barco escola Samaúma do SENAI capacita 400 pessoas em Macapá

Macapá – Após dois meses de aulas, 400 alunos do barco escola Samaúma foram certificados na manhã desta sexta-feira, 10, em Macapá. Os novos profissionais participaram de um dos 12 cursos profissionalizantes, entre eles: Confeiteiro Industrial, Mecânico de Motor de Popa, Operador de Computador, Pedreiro, Eletricista Instalador Residencial, Reparador de Condicionador de Ar e Modista Costureiro do Vestuário.

O superintendente corporativo do SESI e do SENAI do Amapá, Antonio Carlos Quintiliano, homenageou a equipe de docentes e frisou que o ensino de excelência contribui para a inserção dos concluintes no mercado de trabalho. “A qualificação oportuniza o acesso a uma profissão e amplia a oportunidade de emprego e renda para a população, fator que contribui para a melhoria da qualidade de vida e para o crescimento do Estado”, destacou.

Representando o governador do Amapá, Waldez Góes,a secretária de Estado de Trabalho e Empreendedorismo, Marciane Santo, ressaltou que a formatura é o ponto de partida rumo ao sucesso profissional. “Esta é uma vitória que deve ser comemorada, acreditem no seu potencial e continuem estudando, pois há ocupações disponíveis precisando de pessoas qualificadas”, pontuou a secretária.

Adriano Cardoso, diretor de Operações do SENAI,parabenizou os concluintes dos cursos e falou da missão da instituição. “Possibilitar educação profissional de qualidade à população é a razão da existência do SENAI. Temos a satisfação de contribuir para que a indústria do Amapá tenha maior competitividade e profissionais brilhantes. Estamos de portas abertas para atendê-los”, frisou o diretor.

Arilson Lima Silva, 30 anos, participou do curso de Reparador de Condicionador de Ar, e disse com muita satisfação que antes de terminar seu treinamento já estava empregado. “Este certificado significa muito não só para mim, mas para minha família. Significa dignidade e chance de uma vida melhor. Estou muito feliz”.

Criado pelo SENAI do Amazonas, a unidade de ensino fluvial é adaptada para funcionar como escola e oficina de técnicas industriais, com equipamentos modernos e inovadores. A embarcação foi cedida pela Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) ao SENAI do Amapá, onde está desde outubro de 2013, capacitando amapaenses por todo o estado.

Participaram da cerimônia de Formatura, o representante do Ministério Público do Estado do Amapá, promotor de Justiça João Paulo de Oliveira Furlan; a representante da Secretaria Estadual de Educação, professora Elizabete do Rosário; o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil, Glauco Cei; o representante do Tribunal de Justiça do Amapá, José Machado; a superintendente do SESI do Amapá, Alyne Vieira, parentes e amigos dos formandos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: