Educa

Indígenas se reúnem com Renan Calheiros e Eduardo Cunha contra a PEC 215

Um grupo de nove indígenas da etnia Kayapó, do Sul do Pará, se reuniu com os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Eduardo Cunha, nessa quarta-feira (4) à tarde. Eles pediram que os parlamentares trabalhem contra a aprovação da PEC 215.

A Proposta de Emenda à Constituição transfere do Executivo para o Congresso Nacional a palavra final sobre a demarcação de terras indígenas. A PEC já foi aprovada na Comissão Especial e, agora, deve seguir para o Plenário da Câmara e, depois, do Senado.

Saiba mais:

Entenda a PEC 215 criticada pelos indígenas

A liderança Sandro Kayapó pediu à Cunha que não paute o projeto, mas o presidente disse que isso depende das lideranças partidárias. Se a maioria das lideranças decidir colocar a PEC em votação, ela entra na Ordem do Dia do Plenário.

Sandro Kayapó explicou porque é contra a PEC. “Eles estão de olho nessas terras. A gente sabe que, uma vez aprovada, nós não seremos mais representados enquanto indígenas. Quem irá falar por nós é o Congresso, sem a nossa participação, sem o nosso consentimento”.

A liderança disse que vai buscar conversar com os líderes dos partidos para barrar a proposta. Ao todo, um grupo de cerca de 120 indígenas Kayapós estão em Brasília para pressionar contra a PEC 215. Eles se concentraram nessa quarta-feira em frente ao Congresso Nacional.

EBC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.