AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Rio ganha nesta quinta o Museu do Amanhã, na Praça Mauá

Local só será aberto ao público no sábado (19). ‘Viradão do Amanhã’ terá 36 horas de atrações para todas as idades.

O novo espaço de cultura da cidade estará aberto e terá entrada gratuita das 10h de sábado (19) às 18h de domingo (20). Foto: Reprodução/TV Globo

O Museu do Amanhã será inaugurado nesta quinta-feira (17), na Praça Mauá, Zona Portuária do Rio. Apesar disso, ele só será aberto ao público no sábado (19). Para comemorar, um “Viradão do Amanhã” será realizado na praça.

Ao longo de 36 horas, o evento gratuito reunirá mais de 20 atrações culturais para todas as idades. O novo espaço de cultura da cidade estará aberto e terá entrada gratuita das 10h de sábado (19) às 18h de domingo (20).

Hamilton de Holanda com Diogo Nogueira formam o Bossa Negra, que toca no sábado, às 20h. Outro destaque é a apresentação da Orquestra Sinfônica Brasileira, que encerra o Viradão, às 20h de domingo(confira a programação completa aqui).

“Teremos uma programação variada para toda a família ao longo de 36 horas, acompanhando o horário de funcionamento especial do museu na inauguração. A população que já abraçou a Praça Mauá tem um motivo a mais para voltar ao Centro do Rio”, disse o secretário municipal de Cultura, Marcelo Calero.

O museu

Por fora, uma arquitetura inovadora assinada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava e que foi inspirada nas bromélias do Jardim Botânico. Por dentro, zonas interativas, uma sala de cinema 360 graus e um Churinga – o único objeto em exibição no museu. Uma peça das antigas civilizações aborígenes australianas que representa todo o conhecimento e uma espécie de conexão entre passado, presente e futuro.

Dentro do Museu do Amanhã foi construído um auditório com instalações adaptadas para portadores de deficiência. O espaço conta com quase 400 lugares e será utilizado para palestras e apresentações artísticas. Além disso, o museu tem um salão de exposições com 600 m² e um restaurante com vista panorâmica. Quem quiser almoçar no local poderá observar um monumento na parte de trás do museu, a peça de alumínio foi denominada como diamante estrela semente e tem cerca de três toneladas.

Continue lendo no G1

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: