AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Martinica vira Oiapoque e demarca território. O Repórter da Amazônia chega ao extremo norte do Brasil

Quando o Amapá ainda era Pará, Oiapoque era conhecido como Martinica. Até que em 23 de maio de 1945 o então presidente Getulio Vargas baixou um decreto desmembrando aquela área do município de Amapá passando a se chamar Oiapoque, em homenagem ao rio do mesmo nome na divisa do Brasil com a Guiana Francesa. O Amapá havia sido transformado em Território Federal e o seu governador era Janary Nunes. O Repórter da Amazônia chega ao extremo norte do Brasil.

“Até muito tempo depois as pessoas de outras localidades se referiam ao Oiapoque como Martinica”, diz Ney Penaforf, filho do primeiro e mais longevo prefeito de Oiapoque, Roque Penafort.

No décimo episódio, Olimpio Guarany navega pelas aguas do rio Oiapoque, reconta as histórias da fronteira e relata episódios de discriminação e maus tratos aos brasileiros que se aventuram na Guiana Francesa.

As contradições de uma ponte que nunca foi bem vinda pelos franceses; as riquezas tiradas do rio Oiapoque e uma cidade desprovida de infraestrutura mínima.

Para quem tem o titulo de “A cidade onde o Brasil começa”, Oiapoque necessita de investimentos e de um olhar mais carinhoso do poder público.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: