AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Prefeitura, Exército e Defesa Civil definem ação de combate ao mosquito Aedes aegypti

Ocorreu na quarta-feira, 20, no prédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a reunião entre representantes da Prefeitura de Macapá, Defesa Civil estadual e Exército Brasileiro. A finalidade do encontro foi definir o início das ações para o combate ao Aedes aegypti, que agora, além de transmitir a dengue e a febre chikungunya, também é o causador do zika vírus.

Ficou estabelecido que a partir do dia 26 de janeiro uma frente de trabalho, composta por agentes de endemias do Município, Guarda Municipal, militares do Exército Brasileiro e Defesa Civil do Amapá, irá reforçar as atividades de combate ao mosquito realizando o trabalho educativo e preventivo, com orientação à população e a busca e eliminação de focos por meio da aplicação de larvicida. A atividade integrada começará pelo bairro Vale Verde, zona sul da capital.

De acordo com o diretor da Vigilância Ambiental de Macapá, Josean Silva, as ações integradas ajudam a ampliar o alcance dos serviços de combate ao vetor. “Qualquer recipiente que acumule água pode ser criadouro do mosquito. Temos que agir para prevenir. A melhor forma de evitar a proliferação do Aedes é impedindo que ele nasça e, para isso, precisamos contar com o apoio de todos”.

Em Macapá, 54,4% dos criadouros do mosquito se encontram dentro dos próprios domicílios. Os focos, geralmente, estão nos quintais que possuem acúmulo de lixo, em seguida os reservatórios de água descobertos, pratos de planta e garrafas.

Jamile Moreira/Asscom Semsa

Contato: 99135-6508

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: