Defesa Civil do Amazonas emite alerta sobre cheia do Rio Solimões

Sete cidades amazonenses estão em alerta para a cheia na calha do Rio Solimões. O nível do rio chegou a 11 metros e 91 centímetros, ultrapassando em 11cm a cota de alerta, que é de 11 metros e 80. No início desta semana,  a Defesa Civil do estado emitiu um documento de alerta com medidas preventivas e o Plano de Contingência para as cidades de Tabatinga, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Iça, Tonantins e Atalaia do Norte.

Mas esse alerta ainda não indica um Estado de Emergência, apesar das previsões meteorológicas e hidrológicas indicarem chuvas acima do normal para o período na região.

Em Tabatinga, segundo monitoramento hidrológico do Serviço Geológico do Brasil, o Rio Solimões está apresentando nível próximo ao registrado para mesma época de 1999, ano em que ocorreu a maior cheia.
Outras estações do Amazonas nas calhas dos Rios Javari, Acre, Purus, Branco, Negro e Madeira também apresentam elevação no nível das águas.

Na contramão das enchentes, quatro cidades do Amazonas – Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira e Barcelos – estão em emergência por conta da estiagem. São quase 50 mil pessoas afetadas pela falta de chuvas na região.

 

 

Rádio Agência Nacional

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: