AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Comarca de Santana realiza blitz educativa contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Com o tema “Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é Crime”, a Vara da Infância e Juventude da Comarca de Santana realizou blitz educativa na manhã desta quarta-feira (18), em quatro pontos da cidade: Área Portuária, bairro Paraíso, bairro Fonte Nova e Igarapé da Fortaleza. O evento é alusivo ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração sexual contra Crianças e Adolescentes.

A ação contou com distribuição de panfletos e colagem de adesivos em veículos. Segundo o coordenador do Comissariado da Infância e Juventude desta Vara, Lauro Paula da Luz, os quatro pontos da cidade foram escolhidos devido ao grande fluxo de veículos e pedestres, potencializando o efeito de conscientização, e por motivo de maior vulnerabilidade destes jovens.

“A área portuária e o Igarapé da Fortaleza são locais de chegada e saída de barcos. Verificamos, através das denúncias que recebemos e das nossas próprias pesquisas, que o local é propício para a prática deste crime”, explica o coordenador do Comissariado da Infância e Juventude desta Vara, Lauro Paula da Luz.

A secretária de Assistência Social e Cidadania de Santana, Socorro Sandim, ressalta que as pessoas devem denunciar, pois segundo ela não basta apenas constatar o abuso e a exploração sexual, é preciso entrar em contato com as autoridades para que tomem as medidas cabíveis. “Hoje, somente no município de Santana, temos mais de 50 crianças atendidas vítimas de abusos sexuais sofridos”, diz.

Qualquer pessoa pode denunciar o crime de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Basta entrar em contato pelo número da Vara da Infância e Juventude: 0800 285 1581, pelo disk Denúncia Nacional de abuso e Exploração Sexual contra crianças e adolescentes: 100, ou ainda através do próprio portal do Tribunal de Justiça do Amapá: http://www.tjap.jus.br/portal/.

Asscom TJAP

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: