Ouça "Episódio 52 - Notícias da Amazônia ao vivo com Lívia Almeida" no Spreaker.

Comitê permanente de Educação Profissional é constituído em encerramento de Seminário

Macapá – Após três dias de reflexões a respeito do segmento de ensino no país e no estado, oI Seminário de Educação Profissional do Estado do Amapá encerrou com a assinatura de uma carta de intenções, definindo atividades que visam promover e incentivar o desenvolvimento profissional. As diversas instituições realizadoras do evento – nos níveis particular, estadual e federal – assinaram o documento que instituiu o Comitê Permanente da Educação Profissional do Amapá.

Na carta, a favor da educação profissional, teve destaque a importância das políticas públicas para a inserção dos jovens no mercado de trabalho e a necessidade de se debater os pontos de vista de forma democrática, a fim de construir novos saberes.

Fernando Vargas, membro da Organização das Nações Unidas e Especialista Sênior da Organização Internacional do Trabalho, pontuou que a educação profissional amplia a oportunidade do jovem que tem dificuldade para obter seu primeiro emprego. “Para alguns, a inserção no mercado de trabalho pode ser a solução para a continuação dos estudos e o aprimoramento de sua formação. A educação profissional é algo que auxilia bastante os projetos individuais da juventude”, disse Vargas.

“Nosso grande desafio é qualificar cidadãos para que possam atuar nas profissões e oportunidades criadas pela indústria. Investir em educação profissional é uma estratégia muito importante para uma pessoa que perdeu o emprego se requalificar ou para um jovem que quer ter carteira assinada, já que o ensino técnico pode ser o início de um projeto de vida e de uma profissão”, ressaltou a diretora de Operações do SENAI, Deusa Carvalho.

“Tenho certeza que após esse evento, e especialmente, com a criação do Comitê Permanente, intensificamos nosso compromisso com a educação do Amapá e com todos os agentes que a permeiam. Sem dúvida, hoje é um momento muito especial para nós que atuamos na Educação”, declarou a Presidente do Conselho Estadual de Educação do Amapá, Eunice Bezerra de Paulo, na solenidade de encerramento.

Comitê Permanente da Educação Profissional do Amapá

O resultado das reflexões e proposições que foram abordadas durante o I Seminário de Educação Profissional do Estado do Amapá será compilado pelos representantes do Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amapá (Fecomércio), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Instituto Federal do Amapá (Ifap), Sindicato das Indústrias Alimentar de Congelados, Super Congelados, Sorvetes, Concentrados e Liofilizados do Estado do Amapá (SINDCONGEL), Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON),Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Amapá (Sescoop/AP), Governo do Estado do Amapá, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Cursos Técnicos Apoena, Instituto Inova, Instituto de Ensino Superior do Amapá (IESAP), Grupo Madre Tereza, Moderno, e Escola Técnica Integrare.

asscom

 

Conheça a coleção da Baiuca do Chico Terra

Publicado por Chico Terra em Sábado, 11 de julho de 2020

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: