AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Boêmios do Laguinho festeja Dia do Samba e lança Carnaval de 2017 com show e participação do sambista Wantuir

Dia 3 de dezembro, Boêmios do Laguinho festeja o Dia Nacional do Samba e lança oficialmente o Carnaval de 2017, com o show Belezas Africanas, e traz o sambista carioca Wantuir, para a festa. A nova composição de profissionais da agremiação também será apresentada, o mestre de bateria Renatinho, e o intérprete oficial, Aureliano Neck. A programação será no Theatro do Samba, a partir das 21h.

A festa terá ainda a apresentação da comissão de frente, casais oficiais de mestre-sala e porta-bandeira; Escolinha Falconery de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Mirim; Escolinha de Passistas; Bateria Pororoca, e da Rainha da Bateria, Nega Vânia. “Será um grande evento para festejar o Dia do Samba, que é comemorado um dia antes, e de lançamento do carnaval de 2017 de Boêmios do Laguinho”, reforça o presidente da Universidade, Jocildo Lemos.

Wantuir é considerado um dos melhores intérpretes de sua geração, o que rendeu convite de diversas agremiações. Ele já passou por Estácio de Sá, Grande Rio, Imperatriz Leopoldinense, Império Serrano, Portela e Unidos da Tijuca, onde conquistou dois Estandartes de Ouro, em 2005 e 2007. Em 2017, Wantuir completa 21 anos de Marquês de Sapucaí, à frente da Paraíso de Tuiuti, do Grupo Especial carioca. Ele atendeu ao convite de Boêmios do Laguinho e vem pela primeira vez ao Amapá.

Mestre Renatinho será apresentado oficialmente para a Nação Negra como no novo comandante da Bateria Pororoca. Ele tem 22 anos de carnaval, começou aos 8 anos como instrumentista no Rancho, em Belém, e em 1998, iniciou a carreira de mestre de bateria na agremiação amapaense Piratas Estilizados. De lá, passou pela Maracatu da Favela, Embaixada de Samba Cidade de Macapá, Unidos do Buritizal, Piratas da Batucada e agora, Boêmios do Laguinho.

Aureliano Neck, que substitui o intérprete Macunaíma, falecido em fevereiro deste ano, é sambista conhecido e respeitado no Amapá, fundador do primeiro grupo de samba e pagode, Bandeira do Samba. Reconhecido como um dos grandes nomes do samba amapaense, foi eleito Cidadão do Samba, e compôs a Corte do Carnaval. Ele foi intérprete de outras escolas de samba, entre ela, Piratas Estilizados. Neck atendeu ao chamado para estrear como intérprete oficial da Universidade e em 2017 defende o samba de enredo.

Serviços:

Show Belezas Africanas

Data: 3 de dezembro

Local: Theatro do Samba

Hora: a partir das 21h

Ingressos: R$ 20,00 (antecipado) e mesa: R$ 80,00 (antecipado)

Vendas: Theatro do Samba, Calçadão do Waldir, AB Turismo (no cartão).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: