Prefeitura entrega praça Floriano Peixoto

A Prefeitura de Macapá fez valer a Lei 13.146, de 6 de julho de 2015, que trata da inclusão de pessoas com deficiência, assegurando e promovendo condições de igualdade e cidadania. Neste ano, o primeiro passo foi dado nas obras de reinauguração da Praça Veiga Cabral, e agora se repete na nova Floriano Peixoto, um dos mais belos cartões postais da capital.

 

Com extensão de 21.144 km², a praça tem dois lagos naturais, cujo acesso precisou de atenção especial para as pessoas com deficiência. Foram feitas adaptações como iluminação de LED, pisos táteis em todo o entorno dos lagos, anfiteatro, passarela que dá acesso à área de esportes e proteções em metal em alguns trechos onde há rampas com o objetivo de minorar as barreiras urbanísticas que já existiam no local e que poderiam obstruir a participação plena e efetiva de toda a população que possui alguma limitação física, locomotora ou de qualquer espécie. A possibilidade de utilização com segurança e autonomia da Floriano Peixoto foi amplamente discutida com os elaboradores do projeto de revitalização e também dentro da gestão municipal.

 

A coordenadora municipal de Acessibilidade Urbana, Ariane Luna, chamou atenção para uma nova perspectiva a partir dessas iniciativas. “Esse novo olhar em se tratando da acessibilidade como ponto importante também, é algo que proporcionará condições para que todos, independente de sua condição física, sensorial e tantas outras, possam usufruir de um local coletivo. Acredito que isso seja um grande avanço, já que anteriormente não havia essa preocupação em se alinhar os projetos, as obras e, principalmente, em transformar essa preocupação em práticas efetivas para as pessoas com deficiência”.

 

A Praça Floriano Peixoto

 

Criada em 23 de janeiro de 1922, era conhecida como Praça do Sapo. Um nome bem sugestivo, pois nesta época havia muito mato em volta de um “olho d’água” – que hoje é o lago – o que atraía muitos sapos para o local. Com o passar dos anos, a população do entorno do lago do sapo foi crescendo e a paisagem foi acompanhando este progresso. O local foi limpo e passou a ser uma praça de fato. Hoje, a Floriano Peixoto é considerada um dos cartões postais mais belos de Macapá, graças à sua abundante arborização e fácil acesso ao público.

 

Ruth Helena Carrera/Asscom Semdec

Deixe uma resposta