AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Força-tarefa tenta minimizar consequências de enchentes em Roraima

Michelle Moreira
A governadora de Roraima, Suely Campos, está no município de Uiramutã, a cerca de 340 quilômetros da capital Boa Vista (RR), para acompanhar as ações do governo voltadas a assistência às famílias atingidas pelas fortes chuvas que caíram na cidade, nos últimos dias.

As precipitações elevaram o nível do rio Maú e a força da água devastou comunidades, destruiu roças e escolas. Cerca de mil pessoas sofrem as consequências.

Uma força-tarefa composta por vários órgãos como Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e as secretarias de Bem-Estar e da Saúde, também está no local.

Nessa segunda-feira (22), a governadora apresentou um plano para tentar minimizar os danos causados pela cheia. Entre as ações previstas estão reforço no atendimento médico, com duas pediatras; dois clínicos gerais e medicamentos; distribuição de cestas básicas para as famílias mais afetadas e entrega de Casas de Farinha para as comunidades que perderam os equipamentos.

Durante o anúncio do Plano de Contingência para Uiramutã, o governo de Roraima lançou a campanha Todos por Uiramutã. A ideia é sensibilizar a sociedade para fazer doações de alimentos não perecíveis, água potável, redes e roupas.

As entregas devem ser feiras na sede da Secretaria de Bem-Estar Social, na Avenida Mário Homem de Melo, no Bairro Mecejana, em horário comercial- de 8h às 18h -, ou no Ponto de coleta da prefeitura, na Rua Arnaldo Brandão, número 905, no Bairro São Francisco.

A Universidade Federal de Roraima e o Conselho Indígena do Estado também estão recebendo doações. Os interessados devem se dirigir ao Campus Piracarana, no curso de gestão territorial indígena, de manhã, das 9h às 11h30, e pela tarde, de 14h30 às 17h30.

A secretária de Bem Estar-Social, Emília Campos, anunciou uma doação do governo federal de mais de 80 toneladas de alimentos para as famílias atingidas.

Os produtos, que envolvem itens como leite e arroz, estão na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Manaus. A expectativa é de que cheguem a Roraima ainda nesta semana.

EBC

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: