Desmatamento da Amazônia Legal tem redução de 21%; recordes em 2016 contribuíram para resultado

Maíra Heinen

Dados do Imazon, Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia – revelam que no mês de julho houve redução de 21% no desmatamento da Amazônia Legal, em relação ao mesmo período no ano passado.

A informação foi divulgada nesta terça-feira e traz ainda redução de 93% na degradação florestal, quando não há o corte raso da vegetação.

Apesar dos números positivos, o pesquisador do Imazon, Antônio Fonseca, alerta que a comparação foi feita com dados muito elevados de 2016.

Os estados mais afetados pelo desmatamento ainda são Mato Grosso e Pará. As áreas privadas representam 61% do total.

Unidades de Conservação ficaram em segundo lugar entre as categorias fundiárias que mais desmataram no período, com 22%. Em terras indígenas o desmatamento foi de apenas 2%.

Rádios EBC

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.