Educa

Oitava frente fria de 2017 chega à Amazônia brasileira

Enquanto em Manaus a sensação de calor foi uma das mais altas, pela oitava vez em 2017, uma frente fria conseguiu penetrar até a Amazônia brasileira, mesmo com fraca intensidade, no início desta semana. Enquanto em Manaus a sensação de calor foi uma das mais altas, pela oitava vez em 2017, uma frente fria conseguiu penetrar até a Amazônia brasileira, mesmo com fraca intensidade, no início desta semana.

As temperaturas não caíram abruptamente como sempre ocorre em eventos de friagem, mas a maior cobertura de nuvens e o vento mais forte do quadrante sul, além do aumento da pressão atmosférica evidenciaram o sistema frontal.  Os sistemas anteriores, com configuração de friagem, atingiram a região amazônica em 18 de março, 28 de abril, 31 de maio, 9 de junho, 19 de junho, 17 de julho e 3 de agosto, conforme análise sinótica feita pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe).

Estações meteorológicas automáticas mantidas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registraram declínio bem discreto de temperatura, com mínima de 16,5°C, em Vila Bela da Santíssima Trindade, no oeste de Mato Grosso e 18,8°C, em Vilhena, no sul de Rondônia, levando-se em consideração da área do bioma Amazônia.

D24am

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: