Educa

Dia Nacional da Doação de Órgãos marca importância dos transplantes

Pró-Rim se destaca como referência em transplantes renais e alerta para a conscientização da doação de órgãos. Santa Catarina tem uma das menores listas de espera do país

Anualmente, é comemorado o Dia Nacional de Doação de Órgãos, que tem como objetivo conscientizar cada vez mais a população sobre esse ato que pode salvar vidas. No Brasil, existem mais de 33 mil pessoas que aguardam pela doação de um órgão. O país ocupa o segundo lugar do mundo em número de transplantes, segundo a ABTO (Associação Brasileira de Transplante de Órgãos).

O Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), da ABTO ressalta também que em 2017 houve um aumento de 4,5% em doações em relação ao ano anterior. Os estados brasileiros que se destacam na doação de órgãos são: Santa Catarina, Paraná, Distrito Federal e Rio Grande do Sul.

Santa Catarina foi classificada com melhor índice de doadores de múltiplos órgãos por milhão de população pelo Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), da ABTO. O Estado alcançou a marca de 37 doadores pmp, taxa que confirma a liderança catarinense no ranking nacional.

Para quem aguarda a doação de um rim na Instituição, a média de espera por um novo órgão é de seis meses. Por esse motivo, a Pró-rim tem recebido crescentemente pacientes renais de todo o Brasil, sendo que destes os estados com o maior número de transplantes realizados estão Paraná, Tocantins, Mato Grosso, Amapá, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Minas Gerais. Dos transplantes realizados pela equipe da Pró-Rim em 2016, mais de 90% foram de doadores falecidos.

Veja a íntegra no Portal Nacional de Seguros

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.