AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Câmara analisa segunda denúncia contra Temer

Votação de parecer contra a acusação da Procuradoria-Geral da República começa quando for atingido o quórum de 342 deputados em plenário

O plenário da Câmara dos Deputados vota nesta quarta-feira, 25, a segunda denúncia apresentada contra o presidente Michel Temer pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) são acusados por formação de organização criminosa e obstrução da Justiça. Na semana passada, a Comissão de Constituição e Justiça da Casa votou pela rejeição da denúncia que autoriza o Supremo Tribunal Federal (STF) processar o presidente. Para avançar, a denúncia precisa que 342 dos 513 deputados votem contra o parecer dado pelo deputado Bonifácio de Andrada – o que foi votado na CCJ. Deputados a favor do afastamento de Temer votarão “Não”, e os que considerarem que a Casa deve rejeitar a autorização para processo, por sua vez, dirão “Sim”.

ACOMPANHE OS PRINCIPAIS PONTOS DA VOTAÇÃO

 

*10:35 – Carnelós encerrou sua fala e pediu que plenário derrube a denúncia.

10:32 – Para a defesa de Temer, gestão de ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi “maléfica”. Ele acusou Janot de ter trabalhado para destituir o presidente da República.

10:29 – Carnelós desqualifica os áudios das conversas entre Temer e o empresário Joesley Batista que deram base às duas denúncias contra o presidente. “Há centenas de interrupções no áudio, comprovadas pericialmente”, disse a defesa do peemedebista. “O que se constata é que não há menção a dinheiro. Não há referência a valores”.

10:21 – O advogado de Temer critica a atuação do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que foi autor da segunda denúncia. “Foi uma acusação construída a partir de fatos criminosos. O ex-procurador-geral, em vez de investigar, como deveria ter feito, preferiu construir uma tese acusatória”, afirmou. “Ele produziu esse arremedo de provas”.

*Horário de verão.

Acompanhe a sessão na TV Câmara.

Veja a íntegra no site da Veja

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: