Educa

Magistrados e servidores do Amapá se preparam para a 12ª Semana Nacional de Conciliação

A desembargadora Sueli Pini, do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais e Soluções de Conflitos (NUPEMEC), realizou, na tarde de quinta-feira (16), reunião com magistrados e servidores da justiça para definir os últimos detalhes para realização da 12ª Semana Nacional de Conciliação.

A magistrada esclarece que a reunião serviu para afinar os preparativos da nova edição da semana de conciliação. A desembargadora ressaltou mais uma vez a importância dos métodos conciliatórios para o sistema judiciário, uma vez que ele agrega mais valor à prestação jurisdicional e de fato pacífica.

Na ocasião, ela pediu empenho de todos os juízes para que possam ajudar a melhorar os índices de acordos realizados. “Nosso percentual de acordos é de cerca de 30 a 40%, é satisfatório, mas é preciso melhorar esse índice que ao fim e ao cabo, significa solucionar de forma efetivamente pacífica o maior número de conflitos e lides”, explicou a desembargadora.

O titular do Juizado Especial Norte, juiz Marconi Pimenta, é um dos juízes que sempre se destacam na prática conciliatória, tendo inclusive ganhado prêmios em edições anteriores. O magistrado ressaltou que o Juizado Norte é, historicamente, o que mais tem demanda, o que contribui também para uma maior quantidade numérica de acordos fechados.

“Sempre acreditei que as práticas de mediação e de conciliação resolvem os conflitos na raiz. É muito mais rápido e eficiente”, disse Marconi Pimenta.

O titular da 1ª Vara do Juizado Especial Cível, juiz Fábio Santana, reforçou que as Semanas Nacionais sempre são de relevante importância para o sistema de justiça e para o jurisdicionado, “e mesmo para nós, que já realizamos audiências conciliatórias durante todo o ano”.

Segundo o magistrado, para esta 12ª Semana Nacional já estão agendadas na 1ª Vara do Juizado Especial Cível aproximadamente 60 audiências e cerca de 40 para a extensão daquela vara na Faculdade FAMA.

“Nós preparamos dois mutirões, um que será realizado na quarta-feira (29), na extensão da Faculdade FAMA, e outro no dia 1º de dezembro, no Juizado do qual sou titular”, concluiu o magistrado.

Para esta edição da Semana Nacional de Conciliação estão agendadas 1.998 audiências, movimentando todos os fóruns e comarcas do estado. A capital Macapá terá o maior número de audiências, ao todo 1.161.

A Semana Nacional de Conciliação é realizada anualmente desde o ano de 2006, como um símbolo da política de conciliação, então determinada pelo Conselho Nacional de Justiça. A campanha tem como objetivo não só aumentar os números de conciliação, mas, especialmente, solucionar litígios de forma consensual, a única de fato pacífica às partes, além de dar mais velocidade na resolução dos processos, desafogando o judiciário brasileiro.

-Macapá, 21 de novembro de 2017-                         

Assessoria de Comunicação Social

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: