Fatores que influenciam na compra e venda de um imóvel

Especialista de associação analisa aspectos que fazem a diferença na hora de fechar o negócio

Com o mercado imobiliário enfrentando um período não tão bom quanto em tempos atrás, a oferta de imóveis se mantém acima da procura o que não privilegia muito o lado do vendedor. Para se diferenciar nesse contexto e atrair a atenção do consumidor, sai na frente o vendedor que se atem a pequenos detalhes que podem ajudar quando da negociação com um possível comprador. Para quem vai comprar, esses fatores fazem muita diferença na escolha entre as diversas opções disponíveis no mercado e podem ser levadas em consideração para se conseguir possíveis descontos.

Primeiramente, é necessário considerar os vários fatores que influenciam na hora de escolher um imóvel para compra, como pontua o diretor executivo do escritório de representação da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH) em Rondônia, José Carlos Lino Costa. “Podemos defini-los em internos e externos. Os primeiros são aqueles inerentes ao próprio imóvel. Manter a manutenção da unidade em dia, o imóvel bem organizado, limpo, paredes pintadas e apresentar um leque interessante de benfeitorias que diferencia a unidade das demais são alguns deles. Some-se a isso a devida organização da documentação da unidade, cabendo destaque para certidão de matrícula, certidões fiscais e processuais dos vendedores e, principalmente, a regularidade fiscal com a municipalidade”, conta.

Como fatores externos, José Carlos Lino Costa diz que cabe destaque para a organização do condomínio e localização. “Um condomínio bem administrado ou até mesmo que disponha de uma área comum recheada de atrativos tende a chamar mais atenção do comprador. Também é costume pesar na compra a localização da unidade, ou seja, se existe facilidade de comércio no bairro, de acesso ao trabalho e lazer do comprador é facilitado ou não.”

Essas dicas também devem ser observadas por quem vai comprar o imóvel e também servem como base para a negociação. Mas independente dos atrativos que serão destaque na hora da venda ou compra, a aquisição deve ser sempre vista com cautela e nunca ser feita como um negócio a toque de caixa. “Devido ao valor da operação, regra geral, o comprador busca um financiamento habitacional para conseguir realizar o que para muitos é um sonho. Um financiamento hoje pode representar uma vida financeira ou até mesmo uma vida presa a algo. Portanto, antes de fechar qualquer negócio é importante analisar, conversar com a família, procurar um especialista jurídico e de engenharia e arquitetura para depois efetivamente fechar o negócio”, aconselha José Carlos Lino Costa.

Sobre a ABMH – Idealizada 1999 e mantida por mutuários, a Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH) é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem como objetivo difundir as formas de defesa de quem compra imóveis, em juízo ou fora dele, com o efetivo cumprimento dos dispositivos legais. Atualmente, a Associação possui representações em nove estados (confira abaixo), além do Distrito Federal, e presta consultoria jurídica gratuita.

Dr. José Carlos Lino Costa
Diretor executivo do escritório de representação da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH) em Rondônia
Telefone: (69) 8406-3555

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.