Governo das Maldivas declara estado de emergência

Colombo, 5 fev (EFE).- O presidente das Ilhas Maldivas, Abdulla Yameen, declarou nesta segunda-feira estado de emergência por 15 dias em meio ao aumento da tensão após a decisão do Supremo Tribunal de reabilitar 12 deputados e anular a condenação contra nove opositores, entre eles o ex-presidente Mohamed Nasheed.

Um porta-voz da Presidência maldiva, Ibrahim Hussain, confirmou à Agência Efe a declaração do estado de exceção e adiantou que o Governo dará detalhes a respeito nas próximas horas.

“Durante este período, ainda que alguns direitos sejam restringidos, os movimentos geralmente, os serviços e os negócios não serão afetados”, indicou a Presidência através da rede social “Facebook”.

“O Governo deseja também assegurar que a segurança de todos os maldivos e estrangeiros vivendo e visitando as Maldivas será garantida”, acrescenta.

Veja mais no site Yahoo Notícias

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.