AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Educação é melhor caminho para reduzir desigualdade, diz OCDE

De acordo com o diretor de educação e de competências da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Andreas Schleicher, na maioria das vezes uma escola de qualidade é a única chance de crianças de famílias pobres saírem da pobreza. Ainda segundo ele, reduzir a desigualdade depende de decisões de investimento e políticas públicas que coloquem a educação e a igualdade como prioridades de governo.

Em meio a redução de investimentos na área da educação e o aumento da desigualdade no país, o diretor de educação e de competências da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Andreas Schleicher, apontou que o caminho mais eficiente para reduzir a enorme desigualdade de renda e oportunidades.

Com o governo Michel Temer, o orçamento previsto para novos investimentos no Ministério da Educação (MEC) vai ter redução de 32% em 2018 com relação ao ano passado. Enquanto isso, a desigualdade segue aumentando no Brasil. Um estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) aponta que o Brasil está entre os cinco países mais desiguais. Com isso, o 1% mais rico do Brasil concentra entre 22% e 23% do total da renda do país, nível bem acima da média internacional.

Segundo o jornal Valor Econômico, Schleicher destacou que, para crianças de famílias mais pobres, na grande maioria das vezes, uma escola de qualidade é a única chance de sair da pobreza ao longo da vida. “Não há nenhum país no mundo em que a educação superior influencie tanto o ganho ao longo da vida quanto o Brasil. A resposta é garantir que todas as crianças tenham acesso à educação de qualidade. Isso é a melhor garantia de uma sociedade mais inclusiva”, afirmou Schleicher. Para ele, quem mais precisa da escola de qualidade são justamente os alunos mais pobres, menos expostos a estímulos culturais, livros e conhecimento no ambiente familiar.

Veja mais no site Vermelho

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: