Judia de 85 anos que escapou do holocausto é assassinada na França

A polícia francesa prendeu dois homens e investiga morte como crime antissemita

Paris – Dois homens foram acusados de um crime antissemita e presos em uma investigação aberta após as autoridades encontrarem em 23 de março o corpo, parcialmente calcinado, de uma idosa judia de 85 anos em seu apartamento de Paris, indicaram nesta terça-feira fontes judiciais.

Os dois suspeitos foram acusados de homicídio voluntário motivado por “filiação real ou suposta da vítima a uma religião”, assim como por roubo agravado, revelou a emissora “France Info”.

O corpo sem vida de Mireille Knoll foi achado na sexta-feira no apartamento do distrito XI de Paris onde vivia sozinha. O corpo tinha sinais de esfaqueamento.

Esta mulher era uma sobrevivente das perseguições nazistas na França durante a Segunda Guerra Mundial. Tinha se salvado por pouco da conhecida operação “Rusga do Velódromo de Inverno de Paris” …

Continue lendo no site Exame

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: