Líder mundial, Brasil pode ganhar mais agrotóxicos na comida

Todos os anos, são utilizados 7,3 litros de agrotóxico para cada habitante do país, volume que, em 2017, resultou em 11 registros de intoxicação por dia. Agora, Projeto de Lei busca afrouxar ainda mais a legislação sobre o uso da substância

O Brasil completa em 2018 seu décimo ano na liderança do ranking de maior consumidor de agrotóxicos do planeta. Todos os anos, são utilizados 7,3 litros de veneno para cada um dos habitantes do País, volume que, em 2017, resultou em 11 registros de intoxicação por exposição a agrotóxicos por dia.

De acordo com um estudo feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no total, 164 pessoas morreram após entrar em contato com a substância; e 157 ficaram incapacitadas para o trabalho, sem contar as intoxicações que evoluíram para doenças crônicas, como câncer e impotência sexual, e a subnotificação, estimada pela Organização Mundial da Saúde, em 50 casos reais para cada um registrado.

Apesar dos dados indicarem o evidente mal proporcionado pelo uso de agrotóxicos, principalmente aos trabalhadores rurais, a lógica dominante é que toda técnica destinada a solucionar o desafio alimentar no mundo é moralmente justificável e, portanto, deve ser aplicada.

Saiba mais no site Galileu

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.