OMS envia especialistas ao Congo para conter surto do ebola

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou hoje (17) o primeiro caso urbano de ebola na República Democrática do Congo. O paciente foi identificado em Wangata, uma das três zonas de saúde de Bandaka, cidade de quase 1,2 milhão de habitantes. Até a última terça-feira (15), um total de 44 casos da doença foram reportados no país, sendo três confirmados, 20 prováveis e 21 suspeitos.

“O Ministério da Saúde da República Democrática do Congo anunciou a descoberta, depois que testes laboratoriais conduzidos pelo Instituto Nacional de Pesquisa Biomédica confirmaram uma amostra como positiva para ebola”, informou a entidade.

Até então, todos os casos confirmados de ebola no país haviam sido reportados pela região de Bikoro, que fica na mesma província, mas a uma distância de cerca de 150 quilômetros de Bandaka. As unidades de Saúde de Bikoro, segundo a OMS, têm funcionalidade bastante limitada e as áreas atingidas pelo surto são difíceis de serem acessadas – sobretudo em meio à atual estação de chuvas na região, que provoca o alagamento de estradas.

Saiba mais no Cenário MT

Deixe uma resposta