Após multa bilionária, Android pode passar por mudança radical

A União Europeia determinou nesta quarta-feira, 18, multa de 4,3 bilhões de euros (equivalente a R$ 19 bilhões) ao Google por “violar leis antitrustes” do bloco econômico, o que pode ser traduzido para práticas anticompetitivas relacionadas ao Android e à sua ferramenta de busca. Ambos dominam os mercados de sistemas operacionais móveis e de pesquisa na Europa.

Se não ficou claro, basta lembrar daquela tática que a Microsoft usava nos anos 90 para popularizar o Internet Explorer, trazendo o navegador já instalado no Windows. É basicamente isso que o Google tem feito com o Chrome e seu sistema de busca no Android, na visão da UE. E é isso também que a empresa vai ter que parar de fazer com a punição – além de algumas outras mudanças na forma como o Android funciona hoje em dia.

Saiba mais no Olhar Digital

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: