AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

ONU diz que luta global contra AIDS está em “situação precária”

A Unaids, agência de combate ao HIV/Aids da ONU, disse em um relatório de atualização que a luta está em uma “situação precária” e que os índices de novas infecções de HIV ameaçam os esforços para derrotar a doença; “As promessas feitas aos indivíduos mais vulneráveis da sociedade não estão sendo cumpridas”, disse o texto

LONDRES (Reuters) – A complacência tem prejudicado a luta contra a epidemia global da Aids, uma vez que o ritmo de avanço não corresponde ao que é necessário, alertou a Organização das Nações Unidas (ONU) nesta quarta-feira (18).

A Unaids, agência de combate ao HIV/Aids da ONU, disse em um relatório de atualização que a luta está em uma “situação precária” e que, embora as mortes estejam diminuindo e os índices de tratamento aumentando, os índices de novas infecções de HIV ameaçam os esforços para derrotar a doença.

“O mundo está saindo dos trilhos. As promessas feitas aos indivíduos mais vulneráveis da sociedade não estão sendo cumpridas”, disse o relatório. “Há muito a se avançar na jornada para acabar com a epidemia da Aids. O tempo está acabando”.

Michel Sidibé, diretor-executivo da Unaids, observou no prefácio do relatório que houve um grande progresso na redução das mortes decorrentes da Aids e no encaminhamento de um número recorde de pessoas para tratamentos com antirretrovirais.

Segundo o relatório, estimadas 21,7 milhões das 37 milhões de pessoas que têm o vírus da imunodeficiência humana (HIV), que causa a Aids, estavam em tratamento em 2017, cinco vezes e meia a mais do que uma década atrás.

Veja íntegra no Brasil 247

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: