AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Governo Trump é processado por liberar impressão 3D de armas de fogo

No mês passado, Cody Wilson e seu grupo sem fins lucrativos Defense Distributed encerraram uma longa batalha jurídica com o governo dos Estados Unidos. Com um acordo, ficou liberada a veiculação de esquemas digitais de armas de fogo, que podem ser baixados via web e montados com impressora 3D por pouco mais de US$ 2 mil. Agora os Estados de Washington, Oregon, Nova York, Nova Jersey, Connecticut, Pensilvânia, Maryland e Washington, DC vêm se unindo para processar a administração de Donald Trump.

Em 2012, o Defense Distributed, que é um grupo ativista em prol do armamento, postou em sua página os planos para a criação de armas impressa em 3D. As réplicas, feitas de plástico ABS e peças de metal, iam de uma pistola .380, chamada “The Liberator”, a AR-15. Os tutoriais foram copiados mais de 100 mil vezes.

Em seguida, o Departamento de Estado dos Estados Unidos pediu que Wilson e seus asseclas parassem com a distribuição dos papeis, por se tratar de violação do Regulamento Internacional de Tráfico de Armas — documento que regulamenta a exportação de materiais de defesa, serviços e dados técnicos. O seja, as autoridades disseram que alguém em qualquer outro país que não negocia com os ianques poderia baixar o material e fabricar sua própria pistola.

Saiba mais no Tecmundo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: