Dicas para o aluno melhorar a nota da redação do Enem

A produção precisa dispor de tese, antítese e síntese escrita em ordem direta

Escrever um texto dissertativo-argumentativo no Enem vai muito além de saber apenas conectar ideias. O candidato precisa essencialmente dispor de um amplo repertório sociocultural e ter conhecimento da norma culta da língua portuguesa. E para desenvolver essas habilidades, o aluno é orientado a intensificar a leitura sobre variados assuntos e treinar a escrita obedecendo à estrutura lógica de uma redação.

Conforme sugere o professor de Redação do Colégio Farias Brito Sousa Nunes, a produção textual é dialética, ou seja, deve ter uma tese como ponto de partida, seguida da problematização (antítese) do tema até chegar à solução (síntese). A escrita é enriquecida com uma opinião coerente sustentada do começo ao fim sempre em ordem direta.

“É um excelente mecanismo o aluno trazer para o texto quem pensa diferente da sua tese. Ele precisa selecionar uma série de raciocínios que sejam direcionados ao mesmo ponto. Para isso, eles podem recorrer a autores que opinaram sobre aquele pensamento e pode usar a contra-argumentação, ou seja, um autor que pensa diferente dele e também desconstruir o argumento desse opositor”, pontua Sousa Nunes.

saiba mais no G1

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: