Após bullying constante, menino de 9 anos se suicida nos EUA

Jamel Myles tirou a própria vida dias após o início das aulas. Ele era vítima de um bullying constante por ser homossexual

Um menino americano de nove anos se suicidou dias após o início das aulas, vítima de um bullying constante por ser gay.

“Quatro dias na escola foi o que bastou, só posso imaginar o que lhe disseram”, declarou a mãe de Jamel Myles, Leila Pierce, a meios de comunicação locais. “Meu filho disse a minha filha mais velha que os meninos na escola falaram para ele se matar. Me dói tanto que não tenha vindo a mim”.

Pierce explicou que seu filho, que estava na escola fundamental Joe Shoemaker em Denver, Colorado (oeste dos Estados Unidos), lhe disse nas férias de verão que era gay e que queria se apresentar como tal a seus colegas quando começassem as aulas.

Veja mais no site Exame

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" para ajudar a manter esse site. basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: