Educa

Astrônomos descobrem maior e mais antiga estrutura do Universo

Cientistas apelidaram conjunto de galáxias de Hyperion; superaglomerado é visto da Terra tal como era bilhões de anos atrás

Astrônomos que vasculham bilhões de anos-luz no espaço detectaram a maior e mais abrangente coleção de galáxias já registrada nos primeiros dias do universo, um “protossuperaglomerado” que apelidaram de Hyperion em homenagem a um titã da mitologia grega.

Ele está tão distante que é visto da Terra tal como era bilhões de anos atrás.

“O Hyperion é como 5.000 galáxias da Via Láctea”, disse o astrônomo Steffen Miefke, chefe de operações do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês). O ESO opera o telescópio VLT do Chile, que detectou o superaglomerado.

O Hyperion é um adolescente em termos astronômicos. Por causa de sua distância da Terra, os astrônomos o estão vendo como ele foi criado, pouco mais de 2 bilhões de anos após o Big Bang, que deu origem ao universo cerca de 13,8 bilhões de anos atrás.

Saiba mais no site da Veja

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.