Em Santana 13 julgamentos de crimes dolosos contra a vida marcarão o Mês Nacional do Júri

A Comarca de Santana já está preparada para o Mês de Esforço Concentrado de Julgamentos de Crimes Dolosos Contra a Vida, que acontecerá de 05 a 29 de novembro em todo o país. Serão julgados 13 processos durante o Mês Nacional do Júri naquele município: cinco na 1ª Vara Criminal e oito na 2ª Vara Criminal.

Entre os julgamentos programados para o Mês do Júri no município, há casos de tentativas de homicídios, homicídios e roubos. “Como o Fórum de Santana conta com um Plenário, os processos serão julgados alternadamente. Uma semana sendo disponibilizado para a 1ª Vara Criminal e a outra para a 2ª Vara Criminal”, explicou Janina Moraes Lopes, chefe de secretaria da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santana.

Esta iniciativa é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e, por meio dela, todas as unidades judiciais que tenham competência para julgamento de crimes dolosos contra a vida devem realizar, pelo menos, uma sessão do Tribunal do Júri em cada dia útil da semana, dando preferência aos processos de réus presos

“Estamos dando toda atenção e colocando pautas o máximo possível para o Mês Nacional do Júri e parabenizo pelo apoio que o TJAP sempre proporciona”, disse a juíza Lívia Simone, titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Santana.

De acordo com o desembargador João Guilherme Lages, coordenador do Mês Nacional do Júri, desde agosto o TJAP está trabalhando o evento. Foram organizadas e solicitadas pautas a todas as comarcas, de norte a sul do estado. “Os magistrados e servidores estão empenhados na realização dos julgamentos. Sem dúvida, faremos um grande mutirão aqui no Amapá”, finalizou.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.