Novo ministro da Ciência e Tecnologia promete intercâmbio com Espanha e Canadá

Educa

Marcos Pontes, escolhido por Jair Bolsonaro para a pasta, destaca suas experiências anteriores e a importância de relações com outros países

O novo presidente eleito, Jair Bolsonaro, já definiu ao menos quatro ministros para seu governo – mesmo que ainda não tenha a definição de quantos ministérios haverá no total, já que pretende fazer uma reestruturação de ministérios.

Na pasta de Ciência e Tecnologia, para a qual Bolsonaro prometeu R$ 10 bilhões para projetos, o escolhido para assumir como ministro é o astronauta brasileiro Marcos Pontes, tenente-coronel da Aeronáutica, atualmente na reserva, conhecido como primeiro astronauta brasileiro a ir para o espaço. Pontes já havia afirmado antes da definição das eleições que aceitaria a missão e esteve com Bolsonaro no último domingo (28/10), durante a apuração dos resultados das eleições. Ele assumirá o lugar atualmente ocupado por Gilberto Kassab.

Em sua primeira entrevista após a definição da eleição de Bolsonaro – portanto praticamente oficializado como novo ministro a partir de janeiro -, Pontes fez questão de valorizar seu histórico profissional e acadêmico, para demonstrar preparo para assumir a pasta.

Veja íntegra no Computerworld

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.