Educa

Cortejo de Dezembro do Banzeiro do Brilho-de-fogo será neste domingo

O 5º Cortejo de Dezembro do Banzeiro do Brilho-de-fogo está confirmado para domingo, 16 de dezembro, no centro de Macapá, com os batuqueiros, mulheres do Cordão de Açucenas e crianças do Jardim do Banzeiro. O projeto firma-se como uma das propostas de valorização da cultura com mais alcance social, que promove oficinas de adereços e de musicalização para pessoas de todas as idades. O Cortejo inicia às 16h, saindo da lateral do Parque do Forte, segue pelas ruas até a praça Floriano Peixoto, onde encerra com show artístico.

O projeto Banzeiro do Brilho-de-fogo iniciou em 2013, com a união de sonhos e paixão pelas tradições do Amapá, tendo à frente músicos e produtores culturais. O sonho era de encher as ruas com os elementos dos tradicionais batuque e marabaixo, como ritmos, cores, instrumentos, adereços, roupas e canto, desfilados por adultos, jovens e crianças. Foi o início do projeto que tem como símbolo o beija-flor brilho-de-fogo, ave rara e nativa do Amapá, que chama a atenção de curiosos, turistas e estudiosos do mundo todo, que se encantam com a beleza e elegância do animal.

Vieram as primeiras oficinas para confecção de adereços e instrumentos, e a de iniciação musical, com os mestres populares do quilombo do quilombo do Curiaú e bairros Laguinho e Favela, e de comunidades tradicionais. Eles ajudaram na formação dos primeiros batuqueiros e criadores das alegorias e adereços que são as marcas do projeto. As oficinas foram levadas também para faculdades, escolas, associações, periferia e praças, fortalecendo a característica de inclusão social e cultural que é uma referência da iniciativa.

A culminância do projeto são os cortejos, que fecham o ciclo de ensaios e acontecem nos meses de fevereiro, aniversário de Macapá, julho, Cortejo de Verão, e em dezembro, que é o enceramento das atividades anual. O projeto concentra artistas, músicos, grupos de marabaixo e arte de rua, que se misturam aos três eixos das apresentações, que são os batuqueiros, mulheres do Cordão das Açucenas, e as crianças do Jardim do Banzeiro, formando um desenho colorido e alegre que desfila nas ruas, atraindo os olhares do público que está nas ruas, janelas e portas.

Atualmente o projeto Banzeiro tem cerca de 100 batuqueiros, que tocam os tambores de marabaixo, e tocadores de chocalho e pandeiro de batuque, mais metais, e a mesma quantidade de mulheres, crianças e comunidade. A Prefeitura de Macapá (PMM) é parceira do projeto, que em 2018 voltou com as oficinas itinerantes. Foram realizadas as aulas na Universidade Federal do Amapá (Unifap), em escolas e no município de Oiapoque, onde os iniciantes passaram a usar a camisa verde do Banzeiro, sinalizando que o projeto se expande na mesma proporção que ganha a confiança da população.

Neste dezembro são esperadas centenas de pessoas no cortejo em que as músicas do Amapá são tocadas e dançadas. Adelson Preto, coordenador geral do projeto, garante um espetáculo na tarde de domingo, com muita música e dança no centro da capital. “Estamos na estrada há cinco anos, e é uma alegria enorme saber que conseguimos realizar o sonho que não era só dos coordenadores, mas de centenas de pessoas que desejavam um projeto bonito e feito com muita responsabilidade, porque levar adiante uma iniciativa que tem a participação de adolescente e crianças, é a certeza de futuro para nossas tradições. Vamos fazer um lindo cortejo, e esperamos que mais uma vez a população compareça”.

Serviço:

Cortejo de Dezembro

Concentração: Av: Coaracy Nunes, na lateral do Parque do Forte, às 15h

Saída: 16h

Término: Praça Floriano Peixoto, com show musical.

Mariléia Maciel

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.