Governo do Amazonas pede antecipação da campanha de vacinação contra H1N1

Educa

Por causa do aumento no número de casos de Gripe H1N1 no Amazonas, o governo do estado pediu, nesta segunda-feira (25), que o Ministério da Saúde antecipe a campanha nacional de vacinação contra a doença.

Dez pessoas morreram por de Influenza, provocada pelo vírus H1N1 no estado em 2019.

Nos primeiros 56 dias deste ano, 126 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave foram confirmados, a maioria na capital Manaus. Apenas quatro casos foram registrados no interior. Desses, 27 são de Influenza e dez evoluíram para óbito.

A campanha nacional acontece uma vez por ano, no mês de abril, mas, o apelo é para que a vacinação seja antecipada para o mês de março no Amazonas.

O secretário estadual de Saúde, Carlos Almeida, destaca os esforços para que o Ministério da Saúde antecipe a campanha no estado.

O secretário municipal de Saúde de Manaus, Marcelo Magaldi, afirmou que medidas emergenciais já foram adotadas.

Marinélia Ferreira, Diretora do Departamento da Vigilância Ambiental de Manaus, lembra os cuidados para prevenir a doença. Entre eles, evitar grandes aglomerações.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave é caracterizada por febre alta de início súbito, acompanhada por intensas dores musculares e articulares, dor de cabeça, dor de garganta e coriza.

EBC

Aprecie a boa música da Amazônia

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.