“A Lua”, de Tarsila do Amaral, é comprada pelo MoMa; é a obra brasileira mais cara vendida no mundo

Educa

O Museu de Arte Moderna de nova York, o MoMA, adquiriu a tela “A Lua” da pintora Tarsila do Amaral.

O quadro foi adquirido por um dos mais respeitados museus de arte do mundo por us$ 20 milhões de dólares, algo como R$74 milhões de reais.

Até agora ele pertencia ao acervo Fanny Feffer, da família Suzano, que atua no segmento de celulose aqui no Brasil. 

O valor coloca Tarsila como a artista brasileira com a obra mais cara já vendida em todo o mundo.

Até então, esse lugar pertencia a Alberto da Veiga Guignard, com a tela Vaso de Flores, que em 2015 foi vendida por R$ 5,7 milhões.

Tarsila é uma das mais representativas artistas do modernismo brasileiro.

Ajudou a organizar a Semana de Arte Moderna de 22 e até agora sua obra mais famosa era Abaporu, que traz uma figura humana de dimensões desproporcionais, com o pé e a mão gigantescos sentada em frente a um cacto.

Na tela, a Lua, de 1928, com 1,10 metro por 1,10 metro, o cacto volta a aparecer, solitário, só que dessa vez a própria planta tem um formato humano e está posicionada de frente a uma lua em quarto crescente.

Como Abaporu, o quadro também é um exemplar do movimento antropofágico que tinha como princípio receber as influências europeias, deglutir e construir um movimento brasileiro.

A decisão de adquirir a obra foi anunciada nessa quarta-feira (28), um ano depois do MOMA ter inaugurado uma grande retrospectiva de Tarsila do Amaral.

Já Abaporu, foi comprada pelo Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires por US$1,4 milhão dólares em 1995.

Como de lá pra cá, Tarsila passou a ser cada vez mais valorizada no mercado internacional, hoje o valor estimado da tela deve se aproximar dos R$100 milhões de reais.

Em abril, o MASP, Museu de Arte de São Paulo, vai abrigar uma mostra retrospectiva de Tarsila, quando serão expostas 120 telas da artista.

EBC

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.