AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Sete escolas do Grupo de Acesso abrem nesta sexta os desfiles carnavalescos na Sapucaí

O primeiro dia de Carnaval na Marquês de Sapucaí vai contar com o desfile de sete escolas do grupo de Acesso.

De volta à série A, após 12 anos, a Unidos da Ponte, retorna ao Sambódromo na noite desta sexta-feira (1) com a reedição do clássico enredo “oferendas”, interpretado anteriormente em 1984.

A agremiação de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, é a primeira escola a desfilar na avenida.

Em seguida é a vez da escola Alegria da Zona Sul, criada na comunidade do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho, em Copacabana.

Para o desfile deste ano, a escola vai apresentar o enredo “Saravá, Umbanda!”. Uma exaltação às religiões de matriz afro.

À meia noite, a escola Acadêmicos da Rocinha, que surgiu da junção de três blocos da comunidade, entra na avenida com o enredo “Bananas para o Preconceito”, um grito contra o racismo.

Na sequência, desfila a escola conhecida como representante da zona rural do Rio: a Acadêmicos de Santa Cruz vai homenagear um ícone das artes cênicas com o enredo “Ruth de Souza – Senhora da liberdade. Abre as asas sobre nós”.

A quinta escola a desfilar na Marquês de Sapucaí é a Unidos de Padre Miguel, atual vice-campeã da Série A, ela apresenta o tema “Qualquer Semelhança Não Terá sido Mera Coincidência”, sob o comando do carnavalesco João Vitor Araújo, que faz uma homenagem ao escritor Dias Gomes.

Uma das mais novas agremiações do Carnaval carioca, a Inocentes de Belford Roxo promete brilhar na avenida com o samba enredo O Frasco do Bandoleiro.

Fechando o primeiro dia de desfiles na Marques de Sapucaí, a Acadêmicos do Sossego, de Niterói, traz o tema “Não se meta com a minha fé, acredito em quem quiser”.

EBC

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: