Educa

Suspeitos de envolvimento em fraude ambiental no Mato Grosso são presos

Um esquema de fraude ambiental em Mato Grosso, que desviou cerca de R$ 150 milhões, foi alvo nessa quarta-feira (13) da Operação Terra à Vista, da Polícia Judiciária Civil do estado.

Foram cumpridos 72 mandados de prisão temporária, dos 128 expedidos pela Juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá Ana Cristina Mendes, além de 12 mandados de buscas e apreensão, em 23 municípios mato-grossenses.

Os acusados de envolvimento são representantes legais e operacionais, engenheiros florestais e ex-servidores da Sema, Secretaria de Estado do Meio Ambiente.
 

De acordo com a Polícia Civil, as investigações iniciaram em 2014, com o auxílio de uma auditoria realizada pelo Ibama.

O esquema fraudava o Sisflora, Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais. Os criminosos criavam créditos florestais beneficiando diversas empresas do ramo madeireiro e terceiros com inserção de dados falsos no sistema.

Em nota, a Sema informou que a operação teve início com um relatório feito pela própria pasta em 2014.

Diante dos fatos encontrados, a Secretaria tomou as medidas administrativas cabíveis à época e encaminhou o documento para a Delegacia Especializada de Meio Ambiente para que fossem feitas as investigações criminais.

EBC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.