Educa

Sismógrafo da InSight detecta tremor em Marte pela primeira vez

Patrícia Gnipper

A sonda InSight, apesar de apresentar problemas com o instrumento que perfurou o solo e aparentemente ficou preso em uma rocha, está com seu sismógrafo operando normalmente, e o equipamento acaba de detectar, pela primeira vez na história, um tremor no Planeta Vermelho. Contudo, ainda não se trata de um “marsquake”, equivalente aos terremotos do nosso planeta.

O sismógrafo da sonda foi projetado justamente para detectar chacoalhões na superfície de Marte, e a NASA segue no aguardo de registrar o primeiro marsquake propriamente dito, sendo que este fenômeno acontece algumas vezes por ano. O registro da vez é relevante de qualquer forma, pois mostra que pequenos abalos também acontecem por lá. Aqui na Terra, esse tipo de tremor acontece com certa frequência e é causado em grande parte pela inundação do oceano por conta de tempestades e marés. Contudo, em Marte não há água líquida superficial como existe aqui, e os cientistas disseram que esse ruído observado é provavelmente causado por ondas de pressão de baixa frequência de ventos atmosféricos que acabam “sacodindo” a superfície, gerando as chamadas ondas de Rayleigh.

E, embora a InSight ainda não tenha detectado um marsquake, esses microtremores são um indicador importante de que o sismômetro está funcionando perfeitamente, e a qualquer momento podemos receber a notícia de que o primeiro “terremoto marciano” foi detectado pela sonda com sucesso. A equipe espera observar um marsquake por mês a partir de agora, mas é provável que eles aconteçam em grupos, e não perfeitamente espaçados.

Via Canaltech

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.