Entenda mais sobre a superbactéria que causou a morte do neto de Lula

Educa

O Staphylococus aureus é uma bactéria comum, geralmente encontrada em hospitais, que pode provocar diversas infecções, levando até à morte.
Por Daniella Grinbergas

Passado um mês da morte de Arthur Araújo Lula da Silva, o neto do ex-presidente Lula, a assessoria do Instituto Lula confirmou que a causa da morte do garoto não foi por meningite, como havia sido divulgado, mas por uma infecção generalizada causada pela bactéria Staphylococcus aureus.

Chamada de superbactéria, esse micro-organismo é poderosíssimo e está na lista dos mais perigosos para a saúde humana divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo o médico infectologista Murilo Santarsiere Etchebehere, trata-se de uma bactéria comum, encontrada normalmente colonizando a pele de várias pessoas saudáveis. “Porém, como qualquer bactéria fora do seu tecido de origem, ela pode causar infeções sérias e que podem levar uma pessoa a óbito”, diz.

O Staphylococcus aureus é uma bactéria associada a infecções cutâneas, transmitida pelo contato físico. Já se ingerida por meio de alimentos contaminados, causa infecção gastrointestinal, com vômitos e náuseas.

O problema maior acontece quando essa bactéria atinge a corrente sanguínea, podendo ser levada a qualquer parte do corpo, provocando uma infecção generalizada, caso do neto de Lula. “Muitas vezes, as infecções bacterianas são restritas a apenas um órgão, mas sempre existe a possibilidade de se tornarem sistêmicas, gerando assim um quadro de sepse, que é extremamente grave e responsável por várias mortes diariamente quando não tratado corretamente”, aponta o dr. Murilo.

O médico alerta que em casos de infecção bacteriana, é preciso procurar ajuda médica com rapidez, especialmente se o paciente for criança ou idoso. “Ao apresentar sinais de uma infeção, como febre, calafrios, confusão mental, falta de ar, coração acelerado, desmaios etc, sempre procurar um pronto socorro para avaliação”, aconselha.

O que é uma superbactéria?

“É uma bactéria comum, que já existe há vários anos, porém, devido ao uso indiscriminado de antibióticos, adquiriu resistência a praticamente todos os recursos de tratamento que estão disponíveis atualmente. O Staphylococcus aureus é uma destas bactérias que frequentemente apresenta resistência a vários antibióticos”, explica o infectologista.

Fontes: Organização Mundial da Saúde, dr. Pedro Pinheiro e dr. Murilo Santarsiere Etchebehere

M de Mulher

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.