Educa

Até quando a busca por uma alimentação saudável faz bem?

A obsessão em ser saudável pode acabar despertando transtornos e prejudicar a saúde

Muito se fala do corpo e da alimentação saudável, mas pouco se fala da saúde propriamente dita. A saúde é definida pela Organização Mundial da Saúde como o estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não só a ausência de afecções e enfermidades.
A partir disso pergunto, até quando é saudável ser saudável?

Vejo muitas pessoas correndo atrás do bem-estar físico e assim prejudicando o bem-estar mental e social. Fazem isso através de dietas cheias de privações, exercícios físicos que levam a exaustão, isolamento social, medicamentos, entre outros métodos nem um pouco saudáveis.
pessoas tirando foto do prato de comida

Vivemos numa era onde (infelizmente) as pessoas fazem de tudo para ter o corpo x, postar a foto y e receber uma quantidade z de likes.

Não encontra as amigas porque está de dieta, não sai com o namorado pra jantar porque não come depois das 18h, não visita a avó porque na casa dela tem bolo… A desculpa é ‘estou tentando ser mais saudável’, e todo mundo elogia a ‘força de vontade’ de fulaninha.

O problema é que esse desespero em ser saudável tem adoecido as pessoas. Transtornos alimentares são um bom exemplo. Fora os sintomas de ansiedade e depressão que só aumentam.

Uma pesquisa realizada em 2017 com quase 1.500 ingleses revelou que 50% deles consideraram que o Facebook e o Instagram pioravam seus sintomas de ansiedade, e 7 em cada 10 entrevistados consideraram que o Instagram piorava sua autoimagem.

Claro, como se pode ter uma boa autoimagem quando você mal abriu os olhos e já foi impactada pela blogueira fitness linda e magra que correu 10km, comeu um bowl maravilhoso de abacate com goji berry digno de capa de revista, passou no cabeleireiro da moda e segue radiante antes mesmo de você ter se levantado da cama? O jeito então é tentar ser saudável como ela, comer o que ela come, malhar do jeito que ela malha, vestir o que ela veste…

O que as pessoas esquecem é que essa é a ‘profissão’ delas, que são pagas para mostrar que estão fazendo. Atenção, ‘são pagas para mostrar’, não quer dizer que estão fazendo exatamente aquilo, ou só aquilo, ou que é aquilo que realmente funciona.

Veja mais no Catraca Livre

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: