Governo aumenta preço da gasolina e litro passa a custar até R$ 5

Educa

Otávio Augusto

Ao todo, o governo alterou os preços em 16 estados e no Distrito Federal. O diesel também aumentou em 14 unidades da Federação

Os motoristas devem preparar o bolso para um novo aumento no preço dos combustíveis. O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) divulgou, nesta segunda-feira (13/05/2019), a tabela com os valores a serem usados como referência pelas unidades federativas do país a partir da próxima quinta-feira (16/05/2019). Ao todo, o governo alterou os preços em 16 estados e no Distrito Federal.

Os novos valores abrangem, além do DF, Acre, Alagoas, Amapá, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo.

No DF, por exemplo, o preço médio da gasolina a ser praticado a partir de 16 de maio é de R$ 4,60 o litro. As unidades da Federação com os valores mais altos são Minas Gerais (R$ 5,04), Acre (R$ 5,02) e Rio Grande de Norte (R$ 4,98).

Caminhoneiros

Mesmo com o risco de uma nova greve dos caminhoneiros, o Confaz alterou também os preços de referência de outros combustíveis. O diesel, por exemplo, aumentou em 13 estados e no DF. Na capital federal, o novo valor é de R$ 3,77. O Acre terá a cobrança mais alta (R$ 4,48) e a mais baixa será no Paraná (R$ 3,26).

O valor do combustível é um dos principais motivos da tensão entre a categoria e o governo. Os caminhoneiros prometem uma manifestação em Brasília em 19 de maio.

O preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF) serve como parâmetro para a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) retido pela Petrobras no ato da venda dos combustíveis aos postos de gasolina, o que impacta no valor praticado na bomba.

Veja íntegra no site do Metrópoles

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: