Educa

Que profissional pode apoiar o crescimento da sua carreira?

Escolher alguém para caminhar junto pode fazer a diferença!

Pode ser que você se sinta estagnado. Pode ser que se veja perdido diante tantas mudanças no mercado de trabalho. Ou pode ser que você deseje apenas se sentir mais seguro dos caminhos a trilhar, pois afinal, ter alguém com quem dividir as questões que nos assomam, pode ser bem produtivo. Mas, quem?

Mentores, coaches, estrategistas de marca pessoal, consultores de carreira! São muitos especialistas que o mercado oferece.

Com as incertezas que o mundo VUCA traz (do inglês Volatile, Uncertain, Complex, Ambiguous) e tanta informação circulando, pode ser complexo eleger um profissional que ajude a encontrar alternativas e construir esse futuro que você deseja, não é mesmo?

Não existe uma fórmula pronta para essa recomendação. Então, vamos olhar com mais detalhe e entender qual pode ser mais o indicado para você, no momento que está passando. Sim, é isso! A sua necessidade específica é que determina quem melhor pode lhe ajudar em cada etapa da carreira.

Com certeza, todos os profissionais vão analisar o ponto em que você está e aquele onde quer chegar, seja qual for o seu estágio ou o ponto que incomoda hoje. O que varia é o foco do trabalho de cada um e a metodologia empregada para ajudar a se mover do ponto A ao ponto B.
Coach

O coach geralmente está centrado no desenvolvimento de suas habilidades e competências, usando as ferramentas próprias do método que ele usa, para que você alcance os objetivos desejados. O processo de ‘coaching’ parte do princípio que as respostas às suas inquietações já estão com você. Com técnicas e perguntas bem dirigidas, o seu coach o instigará a encontrá-las por meio da reflexão, identificando seus pontos de melhoria e o que mais seja importante para a mudança que você busca. Traçar os planos de ação e executá-los para chegar ao resultado que você definiu lá no início com ele, também serão parte do processo.
Mentor

Um mentor trabalha com a troca de conhecimento e experiências sobre uma determinada área que domine ou um problema pontual que você, profissional, esteja atravessando. Hoje temos claro que um mentor não tem que necessariamente ser alguém que tenha uma longa experiência de vida, ou muito maior que o mentorado, mas sim que tenha ampla vivência na situação para a qual você necessita auxílio. Como exemplo, por mais anos de vida que um profissional tenha, “técnicos” muito mais jovens podem proporcionar mentoria em assuntos que ele ainda não conhece.

Pensando que o mentor é um especialista, imagine quantos mentores você pode ter! Eu tenho vários!

Veja íntegra no It Forum

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: