Enorme telescópio chileno pode mudar de nome e homenagear astrônoma Vera Rubin

Educa

Por Patrícia Gnipper

O Large Synoptic Survey Telescope, em construção no Chile, pode mudar de nome em breve. Um projeto de lei foi criado para que o telescópio seja renomeado como Vera Rubin Survey Telescope, em homenagem à astrônoma Vera Rubin — conhecida internacionalmente por sua pesquisa pioneira sobre a matéria escura.

Rubin faleceu em 2016 aos 88 anos. Ainda, “a Dra. Rubin enfrentou barreiras ao longo de sua carreira por causa de seu gênero. Por exemplo, uma das principais instalações de astronomia do mundo na época, o Palomar Observatory, não permitia mulheres. A Dra. Rubin persistiu e foi finalmente autorizada a observar em Palomar em 1965, a primeira mulher oficialmente autorizada a fazê-lo”, conforme consta no projeto de lei.

A obra de Rubin levou a ciência, mais tarde, a fazer descobertas sobre a matéria escura, um material cósmico que ainda intriga a comunidade científica quase 50 anos depois de seus primeiros estudos. Estima-se que a maior parte do universo seja composta por matéria escura e energia escura, que não podem ser vistas diretamente e ninguém sabe, ainda, quais suas composições.

Veja mais no Canaltech

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.