Concursos: inscrições para 14,5 mil vagas estão abertas em julho. Veja

Educa

O segundo semestre de 2019 começou com milhares de oportunidades para quem pretende ingressar na carreira pública. Em julho, ao menos 14,5 mil vagas serão abertas para seleções em todo o país. No Distrito Federal, o destaque é o concurso do Banco de Brasília (BRB), com 113 vagas disponíveis para cargos de níveis médio e superior. Os salários variam entre R$ 3,2 mil e R$ 19,5 mil.

Em todas as regiões do país há processos seletivos em evidência. A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, por exemplo, está com 1,7 mil cargos abertos. Em Minas Gerais, são 500 chances para a Guarda Municipal de Belo Horizonte. Confira a lista preparada pelo Metrópoles, com ao menos 3,5 mil vagas.

Concursos nacionais
Oficiais e capelães do Exército
O Exército do Brasil está com 23 vagas abertas para o quadro complementar de oficiais e para capelães. Quem for selecionado, participará de curso de formação. Após a graduação, os aprovados receberão salários de R$ 7,4 mil a R$ 8,2 mil. A inscrição deve ser feita até 2 de agosto, via internet (clique aqui).

Das vagas, 20 são destinadas às carreiras de oficiais do quadro complementar. É preciso ter graduação em cursos como administração, ciências contábeis, comunicação social, direito, enfermagem e informática.

As outras três oportunidades estão disponíveis na Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx) para capelães, nas carreiras de padre católico ou pastor evangélico. É preciso ter formação em teologia.

Auxiliar de Praças da Marinha
Com 108 oportunidades em aberto, o certame para auxiliar de praças da Marinha tem vagas para os níveis médio e técnico. Os selecionados participarão de curso de formação e, ao fim do período, terão salário inicial de R$ 2 mil.

O cadastro pode ser feito entre 22 de julho e 16 de agosto, no site da instituição (aqui). As vagas disponíveis são em áreas como administração hospitalar, contabilidade, enfermagem e marcenaria.

Veja mais no Metrópoles

Aprecie a boa música da Amazônia

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.