AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Agricultores de Porto Grande têm avanço em relação comercial

Compra direta, negócios, cultivo diferenciado, qualidade, prospecção de parceria para fomentar e criar identidade na região com a agricultura familiar, leva grupo de empresários à Colônia Agrícola do Matapi

Denyse Quintas

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae), realiza a Caravana Empresarial – Do Campo à Mesa. A programação, reúne 20 empresários para deslocamento a propriedades da agricultura familiar, na Colônia Agrícola do Matapí, no Município de Porto Grande. O objetivo é realizar um encontro comercial, onde se aplica a Metodologia Sessão de Negócios, entre os elos da cadeia de alimentos, com os produtores rurais, atendidos pelo Sebrae, a fim de viabilizar negócios e parcerias futuras.

A diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo, fala da ação conjunta, para formatar ações técnicas. “A iniciativa exige todo o preparo de uma metodologia de consultoria bem longa, mas se a necessidade maior é realmente, a urgência do momento de vender e comprar, a gente pode acelerar. A metodologia exige amadurecimento de quem vende e de quem compra, porque é a fidelização nas relações comerciais entre os empresários e os produtores rurais”, afirma a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo.

Ela, informa que na Caravana Empresarial do Sebrae, na Colônia Agrícola do Matapi, estão empresários de restaurantes, panificadoras, lanchonetes, charcutaria e uma cooperativa de produtores rurais, que têm interesse na aproximação comercial com os produtores da região. “É um estreitamento com os produtores rurais, específico e técnico, com projeção de atender a demanda de negociação conjunta, que pode ser fruto de uma central de distribuição; mas se por exemplo, um grupo de produtores não querem chegar a esse nível, podemos apenas vender e comprar, e os empresários por outro lado, que demandam, podem locar um veículo maior para ter acesso a essa produção, se a necessidade, for realmente chegar no campo, e caso, o produtor não tenha condições de levar seus produtos até lá, são alternativas para essa aproximação comercial”, explica a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo.

Visita

A Caravana Empresarial – Do Campo à Mesa, visita quatro (4) propriedades com foco na agricultura familiar, que trabalham com fruticultura, derivados do leite e suínos, entre elas, Sítio Boa Esperança, Sítio Cravo, Sítio Esplendor e Retiro Fé em Deus, todos localizados na Colônia Agrícola do Matapí, no Município de Porto Grande/AP.

Prefeitura

O prefeito de Porto Grande, José Maria Bessa, destaca que o município possui várias propriedades rurais e assentamentos, e que só o Governo do Estado, sai por semana, com 16 caminhões, com produtos da agricultura familiar na região. “Porto Grande, produz 500 abacaxis por habitante”, garante o prefeito de Porto Grande, José Maria Bessa.

Sebrae/Embrapa

O Sebrae e a Embrapa, desenvolvem desde 2017, atividades no Sítio Nova Esperança, de propriedade da produtora rural, Raimunda dos Santos, com orientação técnica na implantação de novas cultivares de banana e abacaxi e consultoria Sebraetec; no Retiro Fé em Deus, propriedade do produtor rural, Valdeci Trindade, são atendimento de mercado e capacitações das Metodologias No Campo; e no Sítio Esplendor, propriedade do produtor rural, Leomary Costa, consultoria de melhoramento de pasto.

Agro

Com o Projeto do Sebrae – Crescer No Campo Fruticultura de Macapá e Região Centro Oeste e AP-Atendimento Presencial – Agronegócio, se identificou que a instituição pode contribuir para a regularização dos produtos, entre eles, geleias, doces em compotas, iogurtes e queijos, com orientações, por meio dos programas tecnológicos na instituição, e assim, introduzi-los de forma correta no mercado local. “Os produtos, são exclusivamente da agricultura familiar e escoados para o município de Porto Grande e Macapá. Os produtores, também participam das feiras livres de Macapá e Santana”, declara a gerente da Unidade de Atendimento Coletivo – Agronegócio e Indústria do Sebrae (UAC-Agrin/Sebrae), Larissa Queiroz.

Produtora

A produtora rural, Raimunda Araújo, chama atenção para a valorização da qualidade dos produtos e da dedicação no campo. “Queremos oferecer produtos melhores, mas precisamos da parceria comercial dos empresários, para que entre recurso para desenvolver a agricultura familiar”, evidencia produtora rural, Raimunda Araújo.

Empresária

A empresária Edna Correia, da King Chef Hamburgueria, conta que iniciou no empreendimento, servindo na noite, quatro (4) limonadas suíças e que já ultrapassa 70 por noite. “Uso muito limão e hoje, meu parceiro está em Porto Grande”, finaliza a empresária Edna Correia, da King Chef Hamburgueria.

Empresários

Estiveram na Caravana Empresarial do Sebrae à Colônia Agrícola do Matapi, os empresários, Aldarito Fernandes (Panificadora Carol); Ana Carolina Fernandes (Panificadora Carol); Cristina Salviano (Salviano Charcutaria Artesanal); Dayanne Ferreira (FruittMix); Edinelma Pereira (Fornalha Pizzaria); Edna Correia (King Chef Hamburgueria); Elielton Almeida (Comagro); Felipe Maciel (Panificadora Carol); Flora Dias (Flora Restaurante); Heron Moura (Panificadora Santa Rita); Janete Fernandes (Panificadora Carol); Joás Medeiros (Pão da Vida); Leandro Junior (Panificadora Nossa Senhora de Nazaré); Lucivaldo Portela (L.I Portela); Antônio Medeiros (Pão da Vida); Socorro Correia (Pão e Cia); Rafael Salviano (Salviano Charcutaria Artesanal); Sandra Pimentel (Panificadora Pimentel); Tassia Mayara Alves (Panificadora Santa Rita); Domingos Silva (FruittMix), e Alice Caxias (Panificadora Nossa Senhora de Fátima).

Sacolas

Como forma de promover boas práticas em sustentabilidade, o Sebrae reaproveita resíduos para confecção de sacolas ecológicas. A instituição, desenvolve o Projeto Sustentabilidade Interna (PSI). O objetivo é promover a forma de repensar o modo de viver e de reproduzir, para alcançar o desenvolvimento sustentável na gestão; para isso, criou o Projeto Sebrae Reutiliza, que recicla resíduos que seriam descartados e transforma em novos produtos. A partir de lona e banner, a instituição confeccionou sacolas ecológicas que, na ocasião da Caravana Empresarial, foram distribuídas aos empresários para as compras no campo; bem como, forneceu garrafas ‘squeeze’ para os integrantes da caravana como forma de não utilização de copos descartáveis.

Parceiros

O Sebrae promoveu a Caravana Empresarial – Do Campo à Mesa, no dia 29 de julho, das 8h às 18h. O evento contou com a parceria da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel); Associação dos Panificadores de Macapá e Santana (Aspams) e as Unidades do Sebrae – Políticas Públicas (UPP); Inovação e Tecnologia (Unic) e de Atendimento Coletivo – Comércio e Serviço (UAC-CS). Os empresários que participam, são atendidos pelos projetos do Sebrae, Alimentação Fora do Lar e Cadeia do Trigo – Panificação e Confeitaria.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: