Hanseníase: unidade de saúde desenvolve atividades preventivas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou nesta quinta-feira, 30, uma série de atividades alusivas à campanha Janeiro Roxo de combate à Hanseníase. A ação, que aconteceu na UBS Pacoval, contou com palestras, exames dermatoneurológicos e busca ativa de casos novos, reforçando a importância do diagnóstico e tratamento precoce que pode ser realizado em todas as unidades de saúde.

Em 2019, foram confirmados 96 pacientes com a doença no município de Macapá. Destes, 90,7% realizaram o tratamento até o final e obtiveram a cura da doença, colocando Macapá como a capital da Região Norte com maior índice de cura. “Nossas atividades tem o objetivo de alertar a população sobre os sinais e sintomas da hanseníase e incentivar a procura pelos serviços”, explica a coordenadora do Programa Municipal de Combate à Hanseníase, Nadir Lamarão.

Segundo a coordenadora, este ano ainda não foram registrados novos casos da doença. “A orientação é que as pessoas procurem uma UBS assim que perceber o aparecimento de manchas, de qualquer cor, em qualquer parte do corpo, principalmente se ela apresentar diminuição de sensibilidade ao calor e ao toque”, reforça.

O tratamento para a hanseníase é gratuito, oferecido pela rede básica de saúde e garante a cura a todos os pacientes que o fazem corretamente. O diagnóstico precoce contribui para a efetividade da cura.

A hanseníase

É uma doença crônica, infectocontagiosa e transmitida de uma pessoa doente, que não esteja em tratamento, para uma pessoa saudável suscetível. Embora tenha cura, a doença pode causar incapacidades físicas, se o diagnóstico for tardio ou se o tratamento não for feito adequadamente. Após iniciado o tratamento, que é gratuito e oferecido na rede básica do município, o paciente para de transmitir a doença quase imediatamente.

Jamile Moreira

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: