Sonda Juno mostra que ar de Júpiter tem mais água do que se pensava

Jamais a frase “cada mergulho, um flash” fez tanto sentido, em se tratando da sonda da NASA Juno, orbitando Júpiter desde 2016: no último, ela descobriu que o planeja gigante tem, na verdade, mais água na atmosfera do que se imaginava.

Os dados contradizem as leituras da Galileo, enviadas antes de a sonda se desintegrar na descida em direção ao solo do planeta, em dezembro de 1995. Uma de suas últimas tarefas, 57 minutos antes de interromper contato com a Terra, foi transmitir por rádio as análises de seu espectrômetro relativas à quantidade de água no ar de Júpiter.

Veja também:

Projeto seleciona experimentos que serão levados ao espaço

Inflação da construção sobe para 0,35% em fevereiro

À época, os cientistas ficaram consternados ao descobrir que havia um décimo do esperado. Juno deu-lhes um presente: à altura da linha do equador, cerca de 0,25% das moléculas na atmosfera joviana são de água.

Veja mais no Techmundo

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: