AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Indicador do Ipea de formação de capital fixo cresce 7,8% em janeiro

Índice mede investimentos em aumento da capacidade produtiva

O Indicador Ipea Mensal de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), divulgado hoje (11) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, apresentou “forte crescimento” em janeiro deste ano, com alta de 7,8% na comparação com dezembro, na série com ajuste sazonal. O indicador, que mede os investimentos em aumento da capacidade produtiva da economia e na reposição da depreciação do seu estoque de capital fixo, teve variação positiva de 7% em relação a janeiro de 2019.

Três segmentos compõem a FBCF: máquinas e equipamentos, construção civil e “outros ativos fixos”. Frente ao mês anterior, em janeiro, os investimentos em máquinas e equipamentos cresceram 18,3% (sendo alta de 6,1% nos nacionais e de 25,8% nos importados – por conta da importação de plataformas de petróleo). Na construção civil, houve aumento de 5,7%, porém os “outros ativos fixos” sofreram retração de 0,7%.

Veja também:

Organização Mundial de Saúde declara pandemia de coronavírus

Feirão da Serasa renegocia dívidas com desconto de até 98%

O Ipea destacou que o resultado positivo recente (7,8%) mais do que compensou a queda acumulada nos últimos três meses do ano passado (-6,8%).

Na comparação com janeiro de 2019, todos os segmentos tiveram desempenho positivo: máquinas e equipamentos avançaram 11,4%, a construção civil atingiu patamar 3,7% superior e os “outros ativos fixos” apresentaram alta de 6%.

Os investimentos aceleraram no acumulado em 12 meses, passando de 2,1% até dezembro para 2,7% até janeiro. Porém, no trimestre móvel terminado em janeiro, o indicador teve queda de 2%.

EBC

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: